Show simple item record

dc.contributor.advisorSchäfer, Maurício
dc.contributor.authorDallagnol, Guilherme Henrique
dc.contributor.otherFroener, Muriel Scopel
dc.contributor.otherCecconello, Vinício
dc.date.accessioned2019-04-23T16:24:20Z
dc.date.available2019-04-23T16:24:20Z
dc.date.issued2019-04-23
dc.date.submitted2018
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucs.br/11338/4582
dc.descriptionAs argamassas estabilizadas são produtos escassamente difundidos no mercado nacional, consequentemente há poucas informações sobre elas e muito ainda deve ser aprendido em relação as técnicas de aplicação, limitações e cuidados. Sendo assim, o trabalho que aqui será apresentado tem o intuito de investigar estas argamassas através de seu comportamento isolado e também em forma de revestimento e, com isso, traçar metodologias que visem a elaboração de práticas que possam analisar as características de uma argamassa para revestimentos estabilizada por 72 horas, composta por areia natural de rio, aglomerantes, adições e aditivos, quando aplicada em substratos cerâmicos chapiscados. A argamassa, ainda no estado fresco, foi aplicada em intervalos de tempo de doze horas desde a sua mistura na central dosadora, sendo que, devido às limitações o ambiente utilizado para o estudo foi o interior do laboratório da universidade, e no momento de cada aplicação foram realizados ensaios de índice de consistência, retenção de água, densidade de massa e teor de ar incorporado. Após decorrido o tempo de cura, a argamassa foi submetida à ensaios de resistência mecânica, densidade de massa e absorção de água por capilaridade. Os revestimentos argamassados em si passaram por ensaios de resistência de aderência à tração e análises de avanço de fissuração. A argamassa fresca apresentou uma perda de índice de consistência equivalente à 24,45%. Outra informação aferida foi a perda de ar incorporado da mistura no decorrer do tempo de estabilização, com consequente ganho de densidade de massa. Já no estado endurecido as resistências mecânicas cresceram até o período de 36 horas de estabilização, e após isto começaram a decrescer. Em relação ao revestimento argamassado em si a resistência de aderência à tração cresceu até um tempo equivalente à 24 horas, após isto começou a diminuir até o período final de estabilização, apresentando efeitos significativos neste atributo (sic).pt_BR
dc.description.abstractStabilized mortars are scarcely diffused in the national market, consequently there’s not much information about them and much still has to be learned regarding application techniques, limitations and care. Therefore, the work presented here intends to investigate these mortars through their isolated behavior and also in the form of a coating and, with this, to draw methodologies that aim at the elaboration of practices that can analyze the characteristics of a mortar for coatings stabilized for 72 hours, composed of natural river sand, binders, chemicals and mineral additives, when applied on plated ceramic substrates. Mortar, still in the fresh state, was applied at time intervals of twelve hours from its mixing in the metering center, and due to the limitations the environment used for the study was the university’s laboratory interior, and at the time of each applications were performed consistency index, water retention, mass density and incorporated air content tests. After the curing time had elapsed, the mortar was submitted to mechanical strength tests, mass density and water absorption by capillarity. The tensile adhesion strength and the progress of cracking of the mortar coatings was also analyzed. The fresh mortar presented a loss of consistency index equivalent to 24,45%. Another information verified was the loss of entrained air in the mix while stabilization time, with consequent gain of mass density. In the hardened state, the mechanical strength increased until the period of 36 hours of stabilization, and after that began to decrease. Regarding the mortar coating itself the tensile strength increased to a time equivalent to 24 hours, after which it started to decrease until the final stabilization period, presenting significant effects in this attribute (sic).en
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectArgamassapt_BR
dc.subjectMateriais de construçãopt_BR
dc.subjectEngenharia civilpt_BR
dc.titleEstudo sobre as características nos estados fresco e endurecido de uma argamassa para revestimentos estabilizada por 72 horas variando o tempo de aplicação a partir de sua mistura na central dosadorapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade de Caxias do Sul, Campus Universitário da Região dos Vinhedos - CARVIpt_BR
mtd2-br.program.nameBacharelado em Engenharia Civilpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record