Show simple item record

dc.contributor.advisorLhullier, Cristina
dc.contributor.authorRodrigues, Guilherme Gatelli
dc.contributor.otherScherer, Clarissa Giuliani
dc.contributor.otherGodoy, Rossane Frizzo de
dc.date.accessioned2019-10-04T01:21:47Z
dc.date.available2019-10-04T01:21:47Z
dc.date.issued2019-07-10
dc.date.submitted2019
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucs.br/11338/5033
dc.descriptionA partir do ano de 2014, o Brasil, e mais especificamente o estado de Roraima, começou a receber imigrantes venezuelanos. Em 2018, este fenômeno intensifica-se, gerando preocupação tanto do governo como da população quanto à chegada destas pessoas. A psicologia evolucionista fornece subsídios para compreender os fenômenos comportamentais envolvidos nas relações entre diferentes grupos ocupando um mesmo espaço. O objetivo geral deste trabalho é identificar as representações sociais dos imigrantes venezuelanos na mídia jornalística na perspectiva da psicologia evolucionista. Enquanto objetivos específicos, propõe-se a apresentar um breve panorama histórico da mídia jornalística no Brasil, descrever os principais conceitos da teoria das representações sociais, caracterizar os movimentos migratórios na contemporaneidade, enfatizando aqueles que acontecem no contexto brasileiro, e descrever os principais conceitos da psicologia evolucionista. Esta pesquisa documental, de cunho qualitativo, exploratório e interpretativo, utilizou-se de 432 reportagens extraídas da versão digital de um jornal impresso publicadas no decorrer do ano de 2018. Estas foram selecionadas utilizando-se do mecanismo de busca disponível na plataforma digital do jornal com os seguintes descritores: Venezuela e venezuelanos. As publicações foram separadas em categorias, de acordo com o assunto principal de cada texto: Fluxo, Governo, Saúde, Segurança e Cotidiano. Cada grupo foi submetido a um software de mineração de texto que, como resultado, apresenta um gráfico contendo os termos mais frequentes e suas relações. A análise dos dados tem como referencial a teoria das representações sociais. Como resultado foram encontradas associações referentes às questões de saúde, segurança e empregabilidade vinculadas à presença dos imigrantes venezuelanos em Roraima. Pode-se perceber que estas associações podem favorecer comportamentos etnocêntricos por parte da população e que as representações sociais contribuem neste sentido. O aumento populacional repentino da população de Boa Vista pode, também, ter gerado uma maior competição por recursos importantes. A psicologia evolucionista (PE) entende que em cenários como este, há uma maior propensão para que comportamentos etnocêntricos ocorram na população. Entende-se, portanto, que mídia possui um importante papel social, contribuindo para formação de representações sociais da população sobre determinado grupo. Uma vez que o viés de grupo opera em todas as identificações sociais, a cooperação ou hostilidade tende a relacionar-se com estas percepções, reforçando preconceitos ou desconstruindo-os (sic).pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectPsicologia evolutivapt_BR
dc.subjectRepresentações sociaispt_BR
dc.subjectImigrantespt_BR
dc.subjectMídia socialpt_BR
dc.titleOs imigrantes venezuelanos e sua representação social na mídia jornalística: uma análise na perspectiva da psicologia evolucionistapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade de Caxias do Sulpt_BR
mtd2-br.program.nameBacharelado em Psicologiapt_BR
mtd2-br.campusCampus Universitário de Caxias do Sulpt_BR
local.data.embargoNone


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record