Show simple item record

dc.contributor.advisorMaggi, Alice
dc.contributor.authorVenzon, Ivanir Maria Balbinot
dc.contributor.otherConte, Raquel Furtado
dc.contributor.otherMarcon, Silvana Regina Ampessan
dc.date.accessioned2020-05-18T15:30:47Z
dc.date.available2020-05-18T15:30:47Z
dc.date.issued2019-12-11
dc.date.submitted2019
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucs.br/11338/6054
dc.descriptionO presente estudo teve por objetivo descrever as possíveis articulações entre o uso de drogas na adolescência, o vazio existencial e a falta de sentido dos indivíduos, na perspectiva da logoterapia. Além disso, procurou-se identificar as possíveis causas do uso de drogas na adolescência, caracterizar a logoterapia, e descrever o vazio existencial e a falta de sentido. O delineamento para o estudo dessa pesquisa científica foi de natureza qualitativa, exploratória e explicativa sendo utilizado o método de análise de conteúdo de Laville e Dionne para a investigação dos resultados. A construção desse trabalho foi realizada por intermédio da pesquisa bibliográfica, onde foram utilizadas contribuições de treze artigos disponibilizados em revistas científicas no portal da Capes, nas bases de dados da Biblioteca Central da UCS, e em outras revistas especializadas. Os artigos identificados foram apresentados por meio de tabelas das fontes consultadas, (autor; título; data de publicação e nome das revistas) e foram propostas categorias de análise para esse estudo: a) resumo; b) ideias principais; c) transcrição de trechos; d) metodologias usadas. Os resultados demonstraram que o uso de substâncias psicoativas na adolescência pode ocorrer por diversos motivos nesse período de desenvolvimento em decorrência de fatores biológicos, genéticos, psicossociais, ambientais e culturais. Além disso, também é um período de muitas descobertas, curiosidades, e vulnerabilidade emocional, e podem surgir emoções e sentimentos relacionados à solidão, depressão, baixa autoestima, e conflitos familiares, propiciando o uso de drogas como forma de alivio das emoções conflitantes. Também o estudo ressalta que na sociedade pós-moderna está ocorrendo uma transformação rápida e descontrolada, e há o uma perda da tradição cultural e social, que resultou numa massificação do ser humano, refletindo na subjetividade e na ausência de sentido nos sujeitos. O estudo da logoterapia percebe que o vazio existencial e a falta de sentido, nos jovens, vem anunciado pelo tédio, pela carência de sentido e de propósito e vêm causando sintomas básicos nos adolescentes: depressão, agressão e adicção (dependência de drogas), bem como à busca do prazer imediato. O estudo compreende que a logoterapia pode propiciar recursos importantes para o despertar da consciência, e além disso, possibilita ao homem superar-se, ir à busca do sentido da vida, e realizar-se por meio da autotranscedência. O desenvolvimento de dons, potencialidades, valores e atitudes, capacitam os indivíduos a vencerem os próprios limites impostos pela dependência química e contribuem no afastamento do vazio existencial (sic).pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.subjectLogoterapiapt_BR
dc.subjectViciados em drogaspt_BR
dc.subjectVida - Aspectos psicológicospt_BR
dc.titleUso de drogas na adolescência sob a perspectiva da logoterapiapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade de Caxias do Sulpt_BR
mtd2-br.program.nameBacharelado em Psicologiapt_BR
mtd2-br.campusCampus Universitário de Caxias do Sulpt_BR
local.data.embargoNone


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record