Show simple item record

dc.contributor.advisorRech, Alessandra Paula
dc.contributor.authorPedroso, Carina dos Santos
dc.contributor.otherGonçalves, Marliva Vanti
dc.contributor.otherBocchese, Marcell
dc.date.accessioned2020-02-18T16:50:44Z
dc.date.available2020-02-18T16:50:44Z
dc.date.issued2019-12-09
dc.date.submitted2019
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucs.br/11338/5460
dc.descriptionA presente monografia se propõe a elucidar a importância do livro-reportagem como veículo para o jornalismo humanizado. Para isso, foi realizada a Análise de Conteúdo dos livros Rota 66: a história da polícia que mata , de Caco Barcellos; Prisioneiras, de Drauzio Varella, e Todo dia a mesma noite, de Daniela Arbex. A base para a reflexão foi a revisão de um referencial teórico formado, principalmente, pelos autores Eduardo Belo, Edvaldo Pereira e Sergio Vilas-Boas, sobre os conceitos de jornalismo literário e jornalismo impresso. Conclui-se que o livro-reportagem pode ser uma alternativa às mídias de formato mais compacto para informar em profundidade, impedindo que seus personagens sejam meros números em uma notícia (sic).pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectJornalismopt_BR
dc.subjectReportagem em forma literáriapt_BR
dc.subjectLivros e leiturapt_BR
dc.titleLivro-reportagem: propostas para um jornalismo humanizadopt_BR
dc.typeTCCpt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade de Caxias do Sulpt_BR
mtd2-br.program.nameJornalismopt_BR
mtd2-br.campusCampus Universitário de Caxias do Sulpt_BR
local.data.embargo2019-12-09 00:00:00


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record