Show simple item record

dc.contributor.advisorMaggi, Alice
dc.contributor.authorPedroni, Júlia
dc.contributor.otherBraun, Karen Cristina Rech
dc.contributor.otherScherer, Clarissa Giuliani
dc.date.accessioned2020-05-18T15:05:34Z
dc.date.available2020-05-18T15:05:34Z
dc.date.issued2019-12-11
dc.date.submitted2019
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucs.br/11338/6053
dc.descriptionO Transtorno de Ansiedade Social (TAS) é complexo e necessita de uma detalhada avaliação diagnóstica, tendo em vista as comorbidades presentes no TAS que tendem a ser confundidas com o próprio transtorno. Portanto, o objetivo deste trabalho é destacar as contribuições da Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) no diagnóstico do transtorno de ansiedade social. Para isso, se fez necessário caracterizar a TCC e o TAS, além de identificar os instrumentais utilizados no diagnóstico do transtorno em questão. O método utilizado foi qualitativo e de cunho interpretativo e exploratório. Como fonte, utilizou-se o artefato cultural "Adaptação" dirigido por Spike Jonze, estrelado por Nicolas Cage. O filme retrata a história de Charlie, um roteirista que foi convidado a adaptar um livro para o cinema. No decorrer da história o personagem se depara com diversas dificuldades, dentre elas, a desconfortável tarefa de participar de encontros sociais. Tal problema resulta em muitos prejuízos na vida profissional e pessoal evidenciando alguns sintomas de Charlie. Como referencial de análise utilizou-se a análise de conteúdo. Os resultados foram organizados em três categorias. Na categoria 1 foram selecionadas cenas que correspondem as características da TCC, fundamentadas no modelo cognitivo do TAS. A categoria 2 corresponde as características do TAS, incluindo alguns sintomas classificados pelo manual diagnóstico e estatístico (DSM V) e aspectos como a percepção autofocada e a ruminação pós-evento. Embora o artefato cultural não mencione o transtorno de forma explícita, foram analisados os sintomas e as queixas do personagem principal. A categoria 3 apresenta um modelo baseado no diagrama de conceituação cognitiva como um instrumento diagnóstico, onde foi mencionado o personagem principal enquanto um paciente. Foram sugeridos dois questionários para uma possível aplicação prática no intuito de complementar a avaliação. O estudo possibilitou a exploração dos meios utilizados pela TCC na avaliação do caso e a sua importância enquanto primeiro passo no contato com o paciente. A integração desses instrumentos juntamente com a compreensão do terapeuta permite uma compreensão global e detalhada sobre o paciente. O estudo poderia ser voltado também para o diagnostico no campo prático e não mais como uma situação hipotética (sic).pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.subjectTerapia cognitivapt_BR
dc.subjectTranstornos da ansiedadept_BR
dc.titleContribuições da terapia cognitivo comportamental no diagnóstico do transtorno de ansiedade socialpt_BR
dc.typeTCCpt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade de Caxias do Sulpt_BR
mtd2-br.program.nameBacharelado em Psicologiapt_BR
mtd2-br.campusCampus Universitário de Caxias do Sulpt_BR
local.data.embargoNone


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record