Show simple item record

dc.contributor.advisorFensterseifer, Jaime Evaldo
dc.contributor.authorDomingues, Joél Borges
dc.contributor.otherMassuquetti, Angélica
dc.contributor.otherToni, Deonir de
dc.contributor.otherFalcade, Ivanira
dc.date.accessioned2015-02-24T18:36:14Z
dc.date.available2015-02-24T18:36:14Z
dc.date.issued2015-02-24
dc.date.submitted2013-12-19
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucs.br/handle/11338/904
dc.descriptionA competição, dentro do ambiente de práticas industriais, é um fenômeno social que emerge das necessidades de uma organização em permanecer ativa no mercado que está inserida. A permanência e a continuidade de suas práticas dependem, sob o ponto de vista competitivo, da capacidade de gerar resultados econômicos satisfatórios, que, por sua vez, estão relacionados intrinsicamente com a forma em que a organização escolhe e aplica os recursos disponíveis em sua estrutura operacional. Em um ambiente competitivo, o resultado econômico é consequência de vantagens adquiridas pela forma em que ela, a organização, executa suas atividades operacionais, que pode ser analisado e comparado com os resultados auferidos pelos demais concorrentes. Este evento é percebido quando ocorre um desempenho mais eficiente na execução dos processos transformadores de recursos em bens de consumo. O melhor desempenho operacional de uma organização cria mais valor, que é parcialmente transferido para os consumidores através de benefícios, distribuídos em forma de lucros aos seus proprietários, tributos ao Estado e reaplicados na manutenção e conservação de sua estrutura patrimonial. A vantagem adquirida diante de terceiros pode ser imitada, o que remete a organização a uma busca frequente por fontes de vantagens mais duradouras e de maior dificuldade em replica-las. Investimentos em recursos na estrutura empresarial e nos processos de produção poderão, no decorrer dos tempos, tornar-se fontes de vantagem competitiva, e no longo prazo talvez suficiente para a organização absorver o retorno investido, reaplicá-lo em novos recursos estruturais e sustentar a vantagem adquirida no mercado em que está competindo. O presente trabalho é um estudo de caso aplicado na estrutura patrimonial da indústria vinícola Vinhos Salton S.A., objetivando identificar os efeitos causados pelos investimentos ocorridos em seus recursos estruturais, a criação e distribuição de valor a partir de análises comparativas realizadas nas demonstrações contábeis da empresa. A pesquisa proporciona uma análise econômico-financeira do valor, observando e comparando os resultados obtidos, confrontado indicadores de desempenho com as decisões estratégicas de uma importante indústria do setor vinícola brasileiro.pt_BR
dc.description.abstractIn industrial practices context, competition is a social phenomenon that arises from the need of enterprises to remain active in the market. The permanence and continuity of their practices depend, under a competitive point of view, from capacity to generate satisfactory economical results which, in its turn, they are related to the form as the organization applies the available resources in its functional structure. In a competitive environment, the economical result is consequence from the form as benefits were acquired and as the enterprise performs their operational activities. That result can be analyzed and compared with achieved results by competitors. That is perceived when there is more efficient performance in the execution of the process that transforms human resources into consumption goods. The best performance of an organization creates more value when it is partially passed on to consumers by means of distributed profits to their owners, of State tax and reinvested in patrimony’s maintenance and conservation. The obtained advantage in front of the others can be imitated. That makes the organization look for advantage sources more lasting. Investments in structure and production processes may become competitive advantages and perhaps sufficient for the company has the investment return to reapply it in new resources and sustain the obtained advantage in the market. This survey is applied to the Salton S. A. wine-growing industry. It aims to identity caused effects by investments in structural resources, value distribution and creation from comparative analyses on the enterprise financial demonstratives under study. The research provides an analysis of the economic and financial value in observing and comparing the results, performance indicators confronted with the strategic decisions of the Brazilian wine industry an important industry.en
dc.language.isoptpt_BR
dc.subjectInvestimentospt_BR
dc.subjectAnálise econômico-financeirapt_BR
dc.subjectVinícolaspt_BR
dc.subjectBiotecnologiapt_BR
dc.subjectInvestmentsen
dc.subjectRatio analysisen
dc.subjectWineriesen
dc.subjectBiotechnologyen
dc.titleInvestimentos em recursos para a vantagem competitiva : uma análise da criação e distribuição de valor na vinícola Saltonpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
mtd2-br.advisor.instituationUniversidade de Caxias do Sulpt_BR
mtd2-br.advisor.latteshttp://lattes.cnpq.br/7462370395064662pt_BR
mtd2-br.author.lattesDOMINGUES, J. B.pt_BR
mtd2-br.program.namePrograma de Pós-Graduação em Biotecnologiapt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record